5.4.06

Respeitável público...

Fazer nascer o sorriso nos lábios de uma criança é das mais bonitas tarefas que alguém pode desempenhar. Ele sabia disso. Ao longo de 90 anos - muitos deles vividos no picadeiro - fez gerações e mais gerações se encantarem com as travessuras e embaraços daquele homenzinho de cara pintada.
Hoje, em casa, a sessão do grande espetáculo da vida acabou para ele. Partiu para outros picadeiros, para agradar outras legiões de fãs; para fazer nascer outros tantos sorrisos. Foi-se com a serenidade de um grande mestre: em paz; consciência de ter cumprido por aqui uma das mais belas missões que alguém pode ter na vida: a de transmitir apenas lições de alegria e amor.
Carequinha foi - no Clube da Criança, da extinta Rede Manchete - um dos primeiros ídolos da minha infância. E saber que o velhinho partiu hoje deixou minha quarta-feira um pouco menos alegre.
Aplausos pro grande mestre do riso!
Postar um comentário