13.6.06

Weltmeisterschaft


Faltam poucas horas. E, como num passe de mágica, mais de cento e oitenta milhões de corações passam a pulsar num mesmo compasso: o compasso do hexa! Todos querem a sexta estrela ali,
em cima do escudo da CBF, bordado na camisa-orgulho do país do futebol.
Hoje, às quatro da tarde, pára tudo. Até os ônibus vão dar uma trégua "meio informal", segundo soube ontem. Diante da telinha, o brasileiro vai demonstrar toda a sua paixão, todo o orgulho por ter nascido nessa terra de palmeiras e gramados, de Maracanã e várzea. Terra de Ronaldos, Adrianos, Kakás, Robinhos e tantos e outros craques e aprendizes de craques, anônimos nos rincões desse país da bola.
E hoje começa a batalha! Dura, já se prevê. O mundo contra nós, começando pela Croácia da camisa de toalha de piquenique. Croácia de jogadores com nomes impronunciáveis, de pouca tradição com a pelota. E, certamente, uma Croácia sedenta por desbancar logo de cara a melhor seleção do planeta; a única a participar de todos os mundiais.
Pois que venha a Croácia! Que venha a vitória! E que venha, no dia 9 de julho, a estrela que falta pra fazer sorrir mais uma vez esse povo tão simples e tão maravilhoso! E que, junto do Hexa, venha também a certeza de que somos brasileiros para sempre, e não apenas de quatro em quatro anos! A noção de que o amor por essa terra abençoada deve durar muito mais do que os 30 dias de uma Copa. E a visão de que amar, lutar e trabalhar para que essa nação tenha um
futuro melhor vale mais; muito mais do que uma linda taça toda coberta de ouro!
Postar um comentário