10.9.09

Spam: uma praga sem fim?

Abri o e-mail agorinha e me deparei com uma variedade absurda de...spams! Desde gente oferecendo traquitanas mirabolantes que prometem aumentar o pênis de qualquer sujeito até um aviso de que eu fui sorteado para participar do Big Brother Brasil 10. Sem falar em boatos sobre a morte de celebridades diversas...
Fico impressionado com a sobrevivência desse tipo de praga tão primitiva na internet. É impossível acreditar que, com tanta tecnologia disponível, não exista mesmo uma forma de exterminar essas mensagens indesejadas. E não valem as tais pastas de quarentena: ainda assim, continuamos recebendo todo esse lixo!
Um saco, hein?
Postar um comentário