31.12.07

RETRÔ 2007: o mico do ano

Não faltam candidatos ao troféu "Mico do Ano" do B@belturbo...

Se você parar para pensar com quantos micos se faz um ano, eu logo responde: MUITOS! Tantos que, certamente, dezenas - ou centenas deles - ficaram de foram dessa lista do B@belturbo. Mas registramos derrapadas importantes - nacionais e internacionais - ao longo dos últimos 12 meses...
Do infortúnio da bispa fichada na polícia americana ao entrar no país com uma pequena fortuna não declarada, ao naufrágio da versão brasileira de Desperate Housewives, produzida pela Rede TV! Sem contar na volta de Britney Spears ao showbizz: era pra ser triunfal, mas...
Até o genial Ariano Suassuna viu a versão televisiva de seu "A pedra do reino" fazer água na TV, num micaço que seguiu o padrão Globo de qualidade. E repercussão. Aliás, o que também repercutiu em 2007 foi a fase "descendo a ladeira" que o SBT amarga. Ainda falando de repercussão, que tal pensar na falta dela? Foi o que a Record experimentou ao lançar por aqui a série "Heroes" como uma arma mortal que, aos poucos, se revelou quase um tiro no pé...
Sem falar na repercussão de uma vaia de 80.000 pessoas, ressoando no meio da festa de abertura do Pan. Mico do presidente ou da platéia?
E o estilista que alfineta celebridades na TV e foi detido por furtar um vaso num cemitério? Será que alfinetaram o vudu do Ronaldo Ésper, minha gente? Ainda falando dos estilistas, não podemos deixar 2007 acabar sem que se fale do - agora deputado - Clodovil Hernandez. Sua Excelência participou de um barraco na Câmara por chamar de feia uma colega de casa. Coisa feia é não respeitar o lugar, o cargo e os eleitores que o colocaram lá! Mico dos grandes!
No começo do ano, brasileiros de todos os cantos do país viram surgir na tela uma moça loira, de flor na cabeça, sotaque interiorano e um, vá lá, certo carisma que conquistou muitos fãs. Irislene Stefanelli, gongada da casa do BBB, engatou um namoro com o "Lemão", tomou um pé do rapaz, arrumou outros namorados, posou nua e..."virou" apresentadora de TV! Chamem os biotecnólogos! Surgia, então, uma nova espécie de mico: o Mico-Siri...
Mas, sejamos justos! O mais controverso personagem do cenário mundial é, também, o dono do troféu Mico do Ano do B@belturbo. Si, tinha que ser o Chávez mesmo! Ou você acha pouco ser presidente de um país imerso numa onda de protestos, pretenso "sério líder da esquerda mundial", tentar disfarçar uma enorme queda pelo regime ditatorial, falar uma bobagem atrás da outra, ser desagradável para todo o sempre e, no fim das contas, ouvir do Rei da Espanha um "por que não te calas" e ver o mundo todo rir de sua cara depois? Só não fiquei com pena do cara porque, realmente, ele é muuuuito mala mesmo!
E que venha 2008, com muitos micos mais!
Postar um comentário