14.12.07

Minha estrelinha se foi...


Essa foto é uma doce lembrança de um dos dias mais bonitos e felizes da minha vida. O dia em que eu entrevistei minha vó no Jardim Botânico e gravei tudo pro que viria a ser um documentário sobre a vida dela.
Só por ter vivido um dia como esse, eu tenho toda a certeza de ser um cara abençoado. E se é que há escalas de bençãos, julgo-me mais abençoado ainda por ter tido, ao longo desses 27 anos, uma vó tão companheira, amiga, amorosa e carinhosa; sempre por perto. Sempre rindo de minhas histórias e torcendo por novas vitórias. Uma vó que, ao longo dos últimos anos, não perdeu um único programa meu na televisão - e que sempre fez questão de me dizer do quanto me achava lindo e "inteligente". Uma vó que só me deu amor, sem nunca querer nada em troca.
Minha vó querida, que eu achava a velhinha mais bonita do pedaço, sempre cheirosinha nas nossas festas de família. Sempre preocupada em saber se eu estava "gostando da comida" e, como eu sempre dizia que gostava, tornava a se preocupar, dizendo que estava "comendo tão pouquinho..."
Comigo, vou guardar pra sempre a lembrança desse cheirinho que senti na hora de tirar essa foto. O seu olhinho brilhando no dia do seu último aniversário e todas, todas as palavras de amor que você sempre me disse.
É triste, mas Deus levou minha vó pra enfeitar o céu ontem. Ela foi e nos deixou com muita saudade, com muita tristeza; mas com muito mais lembranças boas e motivos pra sorrir...
Postar um comentário