18.12.06

Que falta...*

Pensava em que saudade é essa de algo que nunca se teve. Que dor é essa sem ferida, sem chaga, sem corte? Um vazio que não se sabe como preencher, um poço sem fundo em que só se pode cair, cair e cair cada vez mais.
Cansado de cair, cansado de sentir a dor, cansado da saudade. Sem ânimo para seguir numa espera por algo que não se sabe - e ninguém nunca sabe - se realmente chegará. Cansado das lembranças, facas afiadas sempre prontas para dilacerar mais um pedacinho de seu coração.
Só sabia que era preciso aprender a conviver com a falta. De tudo o que havia tido e de tudo o que nunca mais viria a ter...
*...você me faz. Título extraído do disco de Maria Bethânia dedicado à obra de Vinícius de Moraes.
Postar um comentário