30.12.06

Retrô 2006 - Literatura

Li muita coisa nesse ano. E muita coisa boa! De uns tempos pra cá, as biografias têm me fascinado bastante - agora, por exemplo, estou dividido entre as vidas de Assis Chateaubriand e Renato Russo. Nesse estilo, em 2006, li "Quase Tudo", da Danuza Leão; "Carmen" e "Garrincha, uma estrela solitária", de Ruy Castro; e "Noites Tropicais", que, de certa forma, é uma 'biografia' da MPB.
Romances, li muitos. "O matador" e sua seqüência, "O mundo perdido", de Patrícia Mello; "As intermitências da morte", do Saramago; e algum outro que posso estar esquecendo agora.
Mas de tudo o que li nesse ano nada se compara a "O caçador de pipas", de Khaled Hosseini. O livro que mais me envolveu e emocionou. Uma bela história de amor e amizade. Cheia de sutilezas e deslizes, como a vida de todos nós.
Um livro pra ler e não se esquecer...
Postar um comentário