1.12.06

Luta

Pela primeira vez em muito tempo, acho que as autoridades responsáveis pela área da saúde acertaram no tom da campanha de conscientização para o Dia Mundial de Luta contra a Aids, celebrado hoje. "Viver com Aids", o mote da campanha, ajuda a sociedade a perceber que um portador do HIV é uma pessoa como outra qualquer - e pode ser, sim, qualquer um de nós: homem, mulher, jovem, criança, idoso, católico, evangélico, judeu, espírita, homo, hetero, bi, trans ou pan-sexual, branco, negro, índio, oriental...
Todos iguais.
Todos cidadãos.
Considero esse um passo importante para eliminar um preconceito - infelizmente - ainda tão presente em nossa sociedade. E para mostrar que todos nós precisamos lutar contra a Aids, e não contra quem é S+.
Pra quem quiser dados sobre a Aids, prevenção e estatísticas, há um especial bem bacana produzido pelo pessoal do UOL. É só clicar aqui.
Postar um comentário