9.4.07

Descoberta

E então, faço de tua boca extensão da minha.
De teu corpo, trilha para minhas mãos ávidas por uma caminhada cheia de curvas sinuosas e surpreendentes....
Teus olhos eu miro para ter a certeza de que me vês, e para saber que enxergas o prazer e o contentamento que me proporcionas enquanto desbravo cada cantinho seu.
Em ti, terreno doce e quente, palco de minhas mais esfusiantes descobertas, quero deixar para sempre minha marca.
A assinatura do conquistador que, por ironia do destino, agora sabe-se conquistado...
Postar um comentário