25.3.07

Sim, eu rejeitei Daniela Mercury!!!

Numa breve folga no início de uma madrugada de trabalho, você resolve aproveitar os (rápidos) momentos de refresco para arejar a mente e desanuviar um pouco da tensão. Aí, você acessa seus e-mails. Aí, você abre o seu orkut. E acha um pedido de adição à sua lista de amigos. Vindo de...Daniela Mercury!!!
De tão patética, a situação chega a ser engraçada! Alguém que se faz passar pela cantora baiana me adicionou como amigo! Logo eu, que até gosto do repertório de Daniela, mas... prefiro o carisma, a simpatia e a alma entertainer de Ivete!
Bom, cliquei em não. Não sou do tipo de pessoa que quer ter um cover em sua lista de contatos. Aliás, deixo o espaço dela para alguém que, de fato, eu conheça. Ou que, de fato, me conheça.
Dias depois, lá estava ela de novo! Insistente! Novo scrap, que dizia qualquer coisa, mas que poderia repetir os versos da célebre canção da estrela ( a verdadeira, claro): "Não, não me abandone...". Me chamando de lindo, reforçava o pedido para que eu a aceitasse. E eu reforcei a negativa!
Mas, movido por um espírito voyeur (será que esse lance de BBB contagia?), e, também, estimulado por uma coleguinha de redação, resolvi dar uma espiadinha no perfil da minha ex-quase-futura-amiga. Nos recados, várias pessoas perguntando a razão de terem sido incorporadas à sua lista de contatos. Um ou outro regogizava-se: "Meu Deus! É a mais maravilhosa, absoluta e fantástica cantora me adicionando!', vibrava um tal rapaz. Coitado...
Fui para as fotos. Bem escolhidas, tinham até um certo quê de imagens de arquivo pessoal. Coletiva em Lisboa, show aqui, evento acolá...até que meus olhos - e os de minha perspicaz amiga - se voltaram para uma foto. Daniela - a verdadeira, claro - ao lado de um dos nomes mais conhecidos do showbizz mundial. Mas a legenda, ah...a legenda! Não deixava dúvidas de que eu tinha agido certo, deletando a Daniela Mercury genérica que tinha invadido a minha vida por duas vezes em menos de uma semana. Ali, debaixo da foto com o ex-Beatle, a moça escreveu: "Eu e Paul Macartein".
De doer, né? Faria naufragar até o "Yellow Submarine"...
Postar um comentário