12.1.11

O que virá?

Foi no meio da selva de pedra, no alto de um prédio qualquer daquela floresta urbana. Sentiu o vento da noite, o perfume do mar vindo ali de perto e aquele abraço. Conforto. Uma promessa silenciosa de tranquilidade? Um carinho que tinha tudo pra crescer? Uma história leve e sincera?
Deixou a cabeça pesar naquele ombro aconchegante e olhou pro céu. Estrelas, muitas delas testemunhavam seu momento. Fechou os olhos e pediu para que tudo fosse diferente daquela vez. E nem pedia algo especial. Queria apenas uma história sem mágoas, sem mentiras, sem...dor. 

Postar um comentário