7.1.11

La ventana...

Então, já que deixei aberta essa janela para a minha vida, não se intimide: pode ler, reler, ir, voltar...! Mas fica! Olha por entre esse vão aberto pra conhecer o que você procura e o que nem sonha existir. Deixe teus olhos bailarem por aqui, nessa dança do (re)conhecimento que começamos logo depois do céu explodir em cores, lembra?
De minha parte, prometo ficar de longe. Torcendo (muito) pra você gostar da paisagem...
Postar um comentário