20.8.06

"Lá-rá-lá-lá, Lá-rá-lá-lá...

...agora é hora de alegria, vamos sorrir e cantar..."
Fiquei uns dias meio ausente do circuito da net. Aí, acabei de ler que o SBT completou 25 anos na última sexta-feira. E fiquei lembrando dos programas que marcaram a minha vida, em especial quando era moleque...
Lembro que o "Bozo" era um dos meus programas prediletos! Tinha até disco do palhaço!!! E curtia muito as aventuras da Vovó Mafalda e do Papai Papudo também! E, ainda no quesito infância, deu pra curtir um pouquinho do "Chaves" - um clássico; totalmente cult hoje em dia - embora sempre tenha preferido as aventuras do "Chapolin Colorado".
Mas o SBT, pra mim, sempre foi o Sílvio Santos! Sempre achei - e continuo a achar - que ele é o maior apresentador de programas de auditório da televisão brasileira. Lembro de ver o "Show de Calouros", aos domingos, com meu pai e minha mãe! Morríamos de rir das figuras que apareciam por lá; e o mesmo acontecia com as pegadinhas e provas do "Tudo por dinheiro" - depois, rebatizado de "Topa Tudo por dinheiro". Domingo era mesmo dia de uma maratona com o patrão: "Qual é a música" e "Roletrando" - agora, "Roda Roda" - sempre tiveram audiência aqui de casa também! E, mais recentemente, o mesmo aconteceu com o "Show do Milhão" e com a primeira temporada da "Casa dos Artistas", quando ninguém ainda estava de saco cheio desse papo de Big Brother...
Sem falar nas figuras exóticas que o SBT eternizou: Pedro de Lara e Roque são dois belos exemplos. Além, é claro, do Lombardi...
E também tem a Hebe, com um carisma inegável e com toda a segurança de quem está na TV desde que ela chegou ao Brasil. Assim como o impagável - e saudoso - Ronald Golias, que sempre achei muito mal aproveitado pelo canal...
Hoje tem muita coisa lá que eu acho bobagem! Muito México e pouco Brasil! Mas não dá pra negar a importância do SBT para a história da televisão brasileira. Assim como também não dá pra deixar de celebrar essas bodas de prata do casamento da TV do Sílvio com os seus "colegas de trabalho"...
Postar um comentário